Dr. Rodrigo César de Oliveira – Diretor Técnico Médico – CRM-SP 134.672
Central de Marcação de Consulta e Procedimentos: ( 11 ) 2819-6050 / 2832-9798
Horário de Funcionamento: Segunda à Sexta das 09h às 18h, e aos Sábados das 09h às 13h
( 11 ) 95989-1422

Melasma tratamento com peeling e laser

O melasma, é um distúrbio pigmentar caracterizado por manchas escuras na pele, principalmente nas têmporas e testa, que podem variar em intensidade. São, geralmente, maiores que um centímetro e ocorrem mais frequentemente em mulheres durante mudanças hormonais, como gravidez e menopausa.
As manchas possuem tom acastanhado (marrom), em diferentes intensidades, e forma irregular. Essa condição não apresenta nenhum risco à saúde, porém, por causar desconforto estético, é uma queixa frequente nos dermatologistas.

Se trata de um distúrbio crônico, que deve ter tratamento e prevenção contínuos, pois, mesmo quando apresenta melhora, pode piorar facilmente ao faltar com os cuidados, como tomar sol ou exposição ao calor.

Tratamento
Embora não exista um jeito de livrar-se completamente das manchas, cremes clareadores ajudam a disfarçar e devem ser associados a peeling ou sessões de laser feitos em consultório.
Por se tratar de uma condição crônica, o melasma é algo com o qual o paciente deve conviver pelo resto da vida. Por isso, ela deve tomar todas as medidas necessárias para prevenir o aparecimento de novas manchas, assim como tratar as manchas existentes seguindo as recomendações do dermatologista.

Peeling Fenol Light (Melasma)
O peeling é um tipo de tratamento semi-invasivo, no qual as camadas danificadas da epiderme são eliminadas através do uso de ácidos. Essa remoção estimula a renovação das células, melhora a textura e a circulação local, clareia as manchas e ainda atenua rugas finas. Além disso, também estimula a produção do colágeno.
Peelings seriados podem trazer bons resultados para o melasma, porém não dispensa o tratamento com cremes clareadores, que deve ser contínuo, de acordo com o recomendado pelo dermatologista.

Laser CO2 (Melasma)
Muito utilizada para melhorar a aparência de cicatrizes, essa técnica promove a vaporização da água da pele, que aquece rapidamente e auxilia na reorganização do tecido, estimulando colágeno e melhorando aparência de melasma.

Laser Acroma (Melasma)
Trata-se de um laser do tipo Q-Switched fracionado e não ablativo (que não retira a camada superficial da pele), que funciona em qualquer tipo de mancha e pode, inclusive, ser usado para tratar o melasma.
Para o tratamento do melasma, são necessárias de 6 a 12 sessões indolores que duram cerca de 10 minutos cada, em intervalos de 10 dias em média. “Após o término do tratamento, é recomendada uma sessão mensal para a manutenção dos resultados”, pode também ser associado ao tratamento de peeling fenol light para melhores resultados.

Melasma – Peeling TRATAMENTO PERIODICIDADE DURAÇÃO
Indicado para melasma e rejuvenescimento facial não ablativo (peeling toning) 3 sessões 30 a 45 dias 25 minutos
Melasma – Laser Acroma TRATAMENTO PERIODICIDADE DURAÇÃO
Indicado para melasma e rejuvenescimento facial não ablativo (peeling toning) 10 sessões 15 dias 20 minutos
Melasma – Laser Co2 TRATAMENTO PERIODICIDADE DURAÇÃO
Indicado para melasma de pequenas localizações com poros abertos, rugas, cicatrizes (Risco de hipercrômia com sol) 2 a 3 sessões 30 a 45 dias 25 minutos